Grande mídia esconde manifestações nacionais contra Temer

Grande mídia esconde manifestações nacionais contra Temer

Incrível.

Acabo de entrar nas páginas de Globo, Estadão e Folha. Não há NENHUMA referência às grandes manifestações contra Michel Temer e sua reforma da previdência, que ocorreram em todo país, nesta quarta-feira, 15 de março.

A única pauta é Lava Jato.

O que não falta, porém, são anúncios do governo federal… Em todos os jornalões, topei com a publicidade, em formato pop-up, do BNDES.

É curioso ver o BNDES anunciando em jornais que, há anos, fazem campanha para sua destruição.

É uma coisa nojenta. Se você clicar na editoria “Brasil”, da Globo, que tem anúncio do Ministério da Integração Nacional, só vai encontrar matérias sobre a Lava Jato, como se não acontecesse outra coisa no país.

Não há problemas econômicos, desemprego, protestos contra o governo, etc.

O único assunto dos principais meios de comunicação do país, que recebeu bilhões de reais, por ano, de verbas públicas, é uma operação policial que já vai para o seu terceiro ano, e cujo único resultado concreto foi derrubar uma presidenta honesta e encher o novo governo formado de corruptos, inclusive acusados pela própria operação.

Eu estive no ato que foi da Candelária à Central do Brasil. Era enorme, com dezenas de milhares de pessoas (as estimativas variam de 20 a 50 mil) ocupando um grande espaço da avenida presidente vargas.

Era grande e bonita. À diferença de manifestações coxinhas, salpicadas de gente defendendo a ditadura militar e fanáticos por Bolsonaro, essa tinha feministas tocando tambor em defesa dos direitos de todas as mulheres e de todos os brasileiros.

Se as manifestações contra o golpe do ano passado foram grandes, os protestos contra a reforma da previdência e contra o governo Temer prometem ser ainda maiores.

A grande imprensa brasileira, ao esconder os protestos em troca de alguns tostões de publicidade federal, afunda-se junto com esse governo de golpistas e ladrões.

A título de registro histórico, reproduzo abaixo o tratamento que Globo e UOL deram às manifestações de ontem contra a reforma da previdência (e contra Temer):

 

Comentários

%d blogueiros gostam disto: