ATÉ CINISMO E CANALHICE TÊM LIMITES

ATÉ CINISMO E CANALHICE TÊM LIMITES

Assistindo agora há pouco o jornal diário de uma grande rede de televisão, chego à conclusão que o cinismo de querer enganar a sociedade não tem mais limite.

Esse telejornal deu manchete seguida de uma matéria de mais de 10 minutos de que, pela primeira vez em dois anos, o país tinha gerado mais empregos do que demissões.

Em todos o Brasil são milhões de desempregados. Somente no Distrito Federal são 400 mil pessoas sem emprego, cerca de 20% da população.

A verdade é que o golpe exterminou o mercado de trabalho no País e tentam vender para a sociedade a ideia de que o desemprego está acabando.

Pior, dão espaço ao golpista Michel Temer, com a sua cara cínica no horário nobre da televisão, afirmar que o aumento do emprego deve ser creditado às reformas da Previdência e trabalhista.

Até, mesmo, o cinismo e a canalhice têm limites.

Será que esses senhores da televisão pensam que o povo é burro, é massa de manobra e que vai acreditar nesse engodo de que o desemprego está acabando?

Só posso acreditar que estão fazendo jornalismo ainda do tempo em que não havia internet, Facebook, WhatsApp. Naquele tempo eles podiam publicar mentiras que a população levaria a sério porque não havia mecanismo de tecer o contraponto.

No entanto, atualmente, é possível para a população contestar as informações recebidas por meio de outras fontes e formadores de informação.

Portanto, eu faço questão de redigir essa nota de protesto deixando registrada a minha indignação contra mais esse engodo e contra o cinismo de emissoras que, na verdade, estão recebendo milhões de reais em publicidade como forma de pagamento pelo apoio ao golpe.

Isso é inaceitável.

Chico Vigilante, deputado distrital pelo PT

Comentários

%d blogueiros gostam disto: