ATOR REJEITA PAPEL DE FHC E DIZ QUE FILME DA LAVA JATO É PROPAGANDA TUCANA

ATOR REJEITA PAPEL DE FHC E DIZ QUE FILME DA LAVA JATO É PROPAGANDA TUCANA

Filme sobre a operação Lava Jato voltou a ser criticado na imprensa; a película, que obteve de maneira ilegal imagens da condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, recebeu comentários negativos do ator da Globo Herson Capri; segundo o colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, Herson Capri foi convidado para representar o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) no filme; “O artista recusou. Publicamente, ele não fala sobre o assunto, em respeito aos colegas, profissionais que ele ‘respeita muito, independentemente da posição política’. Mas, a um amigo, Capri disse que o filme é ‘uma peça de propaganda do governo do PSDB, do Plano Real e do mandato do FH, visando a 2018′”, diz Ancelmo Gois em sua coluna deste domingo, 2; assista a vídeo em que o ator Ary Fontoura, que interpreta Lula, revela como teve acesso às imagens da condução coercitiva do ex-presidente.

O filme sobre a operação Lava Jato “Polícia federal – A lei é para todos” voltou a ser criticado na imprensa. A película, que obteve de maneira ilegal imagens da condução coercitiva do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, recebeu comentários negativos do ator da Globo Herson Capri.

Segundo o colunista Ancelmo Gois, do jornal O Globo, Herson Capri foi convidado para representar o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) no filme. E teria recusado o convite. “Publicamente, ele não fala sobre o assunto, em respeito aos colegas, profissionais que ele ‘respeita muito, independentemente da posição política’. Mas, a um amigo, Capri disse que o filme é ‘uma peça de propaganda do governo do PSDB, do Plano Real e do mandato do FH, visando a 2018′”, diz Ancelmo Gois em sua coluna deste domingo, 2.

247

Comentários

%d blogueiros gostam disto: