O ex-presidente Lula desmentiu, por meio de nota, o novo vazamento seletivo de delação da Lava Jato.

O ex-presidente Lula desmentiu, por meio de nota, o novo vazamento seletivo de delação da Lava Jato.

O texto foi divulgado na noite desta segunda-feira (10) após o site de extrema-direita O Antagonista divulgar, em tempo real, o depoimento “sigiloso” do empreiteiro Marcelo Odebrecht.

A TV Globo também deu ênfase ao criminoso vazamento seletivo contra Lula.

Leia a íntegra da nota:

Lula não tem conhecimento ou relação com qualquer planilha na qual outros possam se referir a ele como “amigo”, e nem essa planilha nem esse apelido são de sua autoria ou do seu conhecimento, por isso não lhe cabe comentar depoimento sob sigilo de justiça vazado seletivamente e de forma ilegal.

O Instituto Lula funciona em uma casa adquirida em 1991 por entidade que deu origem ao Instituto Cidadania e depois ao Instituto Lula. O Instituto jamais teve outra sede ou terreno nem recebeu nenhum terreno da Odebrecht.

Todas as doações ao Instituto Lula, as da Odebrecht e de outras empresas, foram feitas com os devidos registros e nota fiscal, dentro da lei e já foram informadas para a Operação Lava Jato pelo próprio Instituto no fim de 2015.

O ex-presidente Lula e seus familiares tiveram seus sigilos fiscais e telefônicos quebrados, sua residência e de seus familiares sofreram busca e apreensão há mais de um ano, mais de 100 testemunhas foram ouvidas em processos e não foi encontrado nenhum recurso indevido para o ex-presidente.

Lula jamais solicitou qualquer recurso indevido para a Odebrecht ou para qualquer outra empresa e sempre agiu dentro da lei antes, durante e depois de ser presidente da República democraticamente eleito por dois mandatos.

Assessoria de Imprensa do Instituto Lula

Comentários

%d blogueiros gostam disto: