Moro, inimigo criminoso de dois símbolos nacionais: Petrobrás e Lula.

Moro, inimigo criminoso de dois símbolos nacionais: Petrobrás e Lula.

A Petrobrás nasceu dos braços do povo, nas décadas de 40 e 50, resultante da campanha de luta O Petróleo é Nosso!. Naquela época, o petróleo ainda era um apenas um sonho, mas mesmo assim a campanha uniu civis, militares, comunistas, conservadores, estudantes e movimentos sociais. Muita gente foi perseguida, presa e morta!

Até outubro de 2016, a Petrobrás, com os impostos que pagava, financiava 80% das obras no país. No governo de Lula, a Empresa desenvolveu tecnologia inédita no mundo, o que permitiu a descoberta do pré-sal. E o pré-sal garante o abastecimento de petróleo, no país, no mínimo nos próximos 50 anos, caso não entreguem tudo. Isso além de que, nos seus 63 anos de existência, ter abastecido o Brasil de derivados de petróleo, ininterruptamente, de norte a sul, de leste a oeste. Nenhuma empresa oferece isso ao país!

Por outro lado, a mesma Globo que premiou Sérgio Moro, fez campanha no governo de FHC pela privatização da Petrobrás. Na ocasião, na mídia, a Globo comparava a Petrobrás a um paquiderme e chamava os petroleiros de marajás.

Hoje, a Globo, através da Lava Jato, insinua que todo o petroleiro é corrupto. Em relação ao petróleo do pré-sal, cobiçado pelo mundo, a Globo, em dezembro de 2015, em editorial, escreveu “Que o pré-sal pode ser patrimônio inútil.” Se depender da Globo e do Moro, o pré-sal vai todo para os gringos.

Para engabelar o povo, sob o mote do combate à corrupção, Moro, além de entregar a Petrobrás, tenta também destruir um dos maiores presidentes que este país conheceu.

Lula, além de elevar o Brasil a uma das maiores economias do mundo, em seu governo o Brasil atingiu o pleno emprego; tirou o Brasil do mapa da miséria da ONU;  tirou também cerca de 40 milhões de brasileiros da linha da pobreza. Lula alavancou a Petrobrás, retomou a industria naval; não só viabilizou a descoberta do pré-sal como engrandeceu a empresa. A Petrobrás no governo Lula ganhou pela terceira vez o “Oscar” da industria do petróleo (OTC Distinguished). Caso dependêssemos da Globo, a comemoração da descoberta do pré-sal seria num país estrangeiro, isso porque, se privatizasse a Petrobrás como queria FHC e a Globo, o pré-sal iria de bônus.

Não é a primeira vez que usam a bandeira da corrupção para eliminar desafetos. Foi também com o intitulado e armado  “Mar de Lama” que levaram ao suicídio Getulio Vargas Vargas, juntamente com Lula, foi um os maiores estadistas brasileiros. Getulio foi o responsável pela criação da Petrobrás, e pelo voto feminino. Institui a CLT, que garante todos direitos dos trabalhadores, que hoje estão sendo usurpados pelo governo golpista de Michel Shell Temer, com apoio da Globo e do PSDB.

A corrupção existe desde o início do mundo. Judas vendeu Jesus por 30 moedas. Ninguém é a favor da corrupção e lugar de todo o corrupto é na cadeia, mas  estão dizendo que combatem a corrupção na Petrobrás, quando, na verdade, estão desvalorizando a empresa para entregá-la aos gringos, que estão enlouquecidos atrás de petróleo, mola do mundo.

Como acreditar em um juiz, no caso Moro, que levanta a bandeira da corrupção com uma das mãos e, com a outra, encobre a corrupção estapafúrdia dos tucanos na Petrobrás, apesar de inúmeras denúncias de corrupção no governo de FHC na Petrobrás, inclusive até  envolvendo seu filho (1).

E continua a não tomar qualquer providência quando o também tucano Pedro Parente promove um feirão na Petrobrás vendendo patrimônio do povo, sem licitação, para quem e por quanto ele quer. Até o campo de Carcará do pré-sal foi vendido a preço de um refrigerante o barril.

Lembrando que Pedro Parente já era réu em ação movida por petroleiros, quando ministro do apagão de FHC (2).

Em novembro de 2016, denunciei, como petroleiro a Lava Jato pela omissão diante da gestão lesa-pátria de Parente na Petrobrás (3). Entretanto, ao invés paralisar o bota-fora na Petrobrás, o MPF ainda veio me acusando, ao me intimar, a pedido do juiz Sérgio Moro, que me acusou de crime contra a honra do servidor público (4).

Só o povo unido pode salvar a Petrobrás e colocar, no governo, alguém que realmente defenda os interesses legítimos de nosso país e dos trabalhadores.

por Emanuel Cancella

Comentários

%d blogueiros gostam disto: