Deputado acusa juíza de mentir sobre ação contra filho de Lula

Deputado acusa juíza de mentir sobre ação contra filho de Lula

Aos poucos vai aparecendo a verdade sobre a ação policial tresloucada que, na noite de terça-feira, invadiu a casa do filho mais velho do ex-presidente Lula “em busca de drogas”.

Inicialmente, pensava-se que não havia mandado judicial devido à ausência de materialidade que permitisse que uma residência fosse violada pela polícia “em busca de drogas” só com base em uma “denúncia  anônima”. Porém, havia mandado.

A decisão foi da juíza Marta Brandão Pistelli, da 2a vara do foro de Paulínia, cidade em que reside o filho do ex-presidente Lula.

Em seu despacho, a juíza diz não saber que o filho de um exx-presidente da República era o morador de em um imóvel em uma cidadezinha minúscula de cem mil habitantes…

Para entender esse caso, o Blog foi entrevistar o deputado federal Wadih Damous (PT-RJ). Na opinião dele, a juíza e a polícia civil sabiam, sim, quem residia no imóvel invadido.

Confira, abaixo, a entrevista que o deputado deu ao Blog por telefone.

Comentários

%d blogueiros gostam disto: