Merval especula que Alckmin pode deixar o PSDB, vencendo Aécio

Merval especula que Alckmin pode deixar o PSDB, vencendo Aécio

Em seu comentário, hoje, na CBN, o imortal 2 (o n°1, já se disse aqui, é FHC) disse que, “se o Aécio  ganha a eleição, o candidato pode ser qualquer um: pode ser o Doria, pode ser o Marconi Perilli”. E, neste caso, “o Alckmin pode chegar ao extremo de ter de sair para se candidatar por outro partido, o PSB, por exemplo.”

É a primeira vez que uma alta voz atucanada verbaliza expressamente a possibilidade de que Alckmin saia do partido.

“Eu acho que o PSDB vai se dividir ainda mais, vai ter gente saindo do partido, vai ter gente apoiando outros candidatos”, diz Merval.

O fato perceptível é que uma eventual derrota do grupo “aecista” cria possibilidades de que Dória “se ofereça” outra vez como candidato, “em nome do partido” ou, mais provável, que comece para valer a aventura presidencial de Luciano Huck.

Convém não subestimar a força de Aécio entre os tucanos, ainda mais se, como parece, José Serra lhe der “uma mãozinha”, de olho na candidatura ao governo de São Paulo.

 

 

Comentários

%d blogueiros gostam disto: