Editorial Jeová Rodrigues

O deputado Jair Bolsonaro, depois de idas e vindas, vai se filiar no PSL. Em dezembro passado, o presidente da legenda Luciano Bivar, dissera que Bolsonaro pediu para entrar, mas que o presidenciável é “absolutamente incompatível” com os ideais do LIVRES — nome pelo qual o partido pretende ser rebatizado para 2018.

“Bolsonaro representa o autoritarismo e a intolerância tanto na economia quanto nos costumes, sendo a antítese completa das nossas ideias”, tinha dito o presidente do PSL ao descartá-lo.

Mas nesta sexta-feira (5) tudo mudou. Bivar e Bolsonaro assinaram nota conjunta confirmando a filiação.

“É com muito orgulho que o PSL recebe o deputado Jair Bolsonaro e sua pré-candidatura à Presidência da República. Outrossim, é com muita honra que o deputado se sente abrigado pela legenda e muito à vontade em um partido onde existe total comunhão de pensamentos”, diz o texto divulgado.

Bolsonaro estava no PSC que tinha 11 parlamentares na Câmara. O PSL tem uma bancada de apenas três deputados na Casa. Portanto, agora vai.

Compartilhe com seus amigos:
Categoria Politica.