Editorial Jeová Rodrigues

Como foi antecipado aqui, saiu a liminar contra a posse de Cristiane Brasil no Ministério do Trabalho.

Foi dada pelo O juiz Leonardo da Costa Couceiro, da 4ª Vara Federal de Niterói.

Dificilmente será revertida a tempo de que se realize a cerimônia de posse, marcada para as 9 h de amanhã.

Cristiane – por um acordo e uma condenação – tem um total de R$ 74 mil em dívidas trabalhistas com dois motoristas, aos quais não assinou a carteira profissional e que, no primeiro caso, faz uma assessora pagar as prestações.

Até chegar no Gilmar e “liberar”, demora.

Nem mesmo se sabe se haverá pressa e empenho do Planalto em recorrer.

Jefferson está sentindo despertarem certos instintos.

E não são os paternais.

POR FERNANDO BRITO

Compartilhe com seus amigos:
Categoria corrupção, Denucias, JUSTIÇA, Lava a jato.