Editorial Jeová Rodrigues

Do Diário do Centro do Mundo

O ministro Eliseu Quadilha, ops, Padilha, quis fazer uma ironia com o teólogo Leonardo Boff e se deu mal. Mostrou que, além de não tratar bem o dinheiro público, castiga a Língua Portuguesa. “Não curti nenhum Twitter de Leonardo Boff hoje à tarde. Tenho uma filha de 3 aninhos que mecheu (sic) no meu celular. Foi um acidente que já corrigi”, disse, querendo ser engraçado. Um seguidor de sua conta não perdoou:

“Talvez se continuasse nas mãos dela, “mecheu” sairia com x.”

Compartilhe com seus amigos:
Categoria CEILÂNDIA, Denucias, JUSTIÇA, Politica.