Editorial Jeová Rodrigues

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou, em seu primeiro pronunciamento no dia do julgamento pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), onde é acusado de receber vantagens ilícitas no caso do triplex do Guarujá, estar “extremamente tranquilo”. “As pessoas que me julgam estão com a consciência menos tranquila que a minha”, destacou.

“Estou extremamente tranquilo e com a consciência tranquila do que está acontecendo Brasil e tenho a certeza absoluta de que não cometi nenhum crime. E é por isso que a única decisão é dizerem, por 3 x 0, que o juiz Moro errou ao dar a sentença”, disse Lula no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, onde acompanha, juntamente com aliados e membros do PT, a sessão do julgamento.

 

 

 

 

Compartilhe com seus amigos:
Categoria PERSEGUIÇÃO.