Editorial Jeová Rodrigues

Uma reportagem do programa Fantástico, da TV Globo, veiculada na noite deste domingo, 4, exibiu um áudio da deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ), então secretária do Envelhecimento e Qualidade de Vida do Rio de Janeiro, em 2014, supostamente coagindo funcionários a conseguirem votos para ela nas eleições.

“Eu só tenho um jeito de manter o emprego de vocês. Me elegendo”, disse a então candidata a deputada federal. Cristiane acabou eleita com pouco mais de 80 mil votos. Segundo a reportagem, o áudio é de uma reunião na pasta com cerca de 50 servidores.

A gravação mostra ainda a deputada indicando como os funcionários poderiam conseguir votos. “Eu preciso de uma coisa que está na mão de vocês, que é a credibilidade junto ao idoso”, disse a deputada em determinado trecho do áudio. “Se cada um no âmbito familiar me trouxer 30 fidelizados..’Pô, tu é minha mãe. Se tu não votar nela, eu perco o emprego’”, completou.

Indicada ao cargo de ministra do Trabalho, ela teve sua posse suspensa duas vezes e aguarda decisão do plenário do STF. A ação contra Cristiane alega falta moralidade administrativa da deputada, que tem contra si duas condenações por dívidas trabalhistas. Nesta semana, ela divulgou vídeo nas redes sociais em uma lancha, acompanhada de homens de torso nu, se defendendo das condenações trabalhistas.

As informações são de reportagem do Estado de S.Paulo.

Compartilhe com seus amigos:
Categoria CEILÂNDIA, corrupção, Denucias, JUSTIÇA.