Editorial Jeová Rodrigues

Motoristas embriagados provocam acidentes em três regiões do DF

Dois homens e uma mulher provocaram acidentes em diferentes pontos do DF entre domingo (4) e segunda (5). Um deles ‘abraçou’ posto na Asa Norte; ninguém ficou ferido.

Carro conduzido por motorista sem habilitação e com sinais de embriaguez bate em poste na 606 Norte, em Brasília (Foto: Polícia Militar/Divulgação)Carro conduzido por motorista sem habilitação e com sinais de embriaguez bate em poste na 606 Norte, em Brasília (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Carro conduzido por motorista sem habilitação e com sinais de embriaguez bate em poste na 606 Norte, em Brasília (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Três motoristas se envolveram em acidentes entre a noite de domingo (4) e a madrugada desta segunda-feira (5) no Distrito Federal por dirigirem sob efeito de álcool. Os casos ocorreram na Asa Norte, na Granja do Torto e em Ceilândia. Segundo a Polícia Militar, ninguém se feriu.

O mais recente foi de um homem que “abraçou” um poste na 606 Norte, em frente a uma escola de inglês na madrugada desta segunda. O motorista não tem carteira de habilitação, informou a PM, e apresentava sintomas de embriaguez quando os militares chegaram ao local.

Carro conduzido por motorista sem habilitação e com sinais de embriaguez atinge poste na 606 Norte, em Brasília (Foto: Polícia Militar/Divulgação)Carro conduzido por motorista sem habilitação e com sinais de embriaguez atinge poste na 606 Norte, em Brasília (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Carro conduzido por motorista sem habilitação e com sinais de embriaguez atinge poste na 606 Norte, em Brasília (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Ele se recusou a fazer o teste do bafômetro e foi encaminhado à 2ª DP, onde prestou depoimento para registro da ocorrência. “Ele foi levado ao IML [Instituto Médico Legal] depois”, informou a PM. Por volta das 7h40, a pista estava isolada aguardando a chegada da perícia da Polícia Civil.

Entrou na Caesb

Uma mulher de 38 anos acabou presa após invadir uma unidade da Companhia de Saneamento Ambiental (Caesb) por volta das 21h de domingo. Ela dirigia uma caminhonete e derrubou o portão da estação de tratamento na Granja do Torto. De acordo com a PM, a motorista ainda derrubou o refletor de um poste de iluminação e tentou fugir.

Acionados por funcionários da companhia, os militares conseguiram deter a mulher, que foi levada à 5ª DP. No local, ela prestou depoimento e foi encaminhada ao IML, onde ficou “constatada a embriaguez”.

A PM não informou o nível de álcool no sangue, mas disse que a motorista foi autuada por dirigir embriagada e por dano ao patrimônio público. O veículo foi apreendido.

Em sequência

Motorista bate em carro que avança sobre garagem em Ceilândia, no Distrito Federal (Foto: Polícia Militar/Divulgação)Motorista bate em carro que avança sobre garagem em Ceilândia, no Distrito Federal (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Motorista bate em carro que avança sobre garagem em Ceilândia, no Distrito Federal (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Também na noite de domingo, um motorista de 58 anos perdeu o controle do carro, atingiu outros veículos e acabou destruindo estruturas de dois imóveis em Ceilândia.

Primeiro, por volta das 18h30, o homem bateu na traseira de um carro em movimento, atingiu um tenda, cadeiras e o alambrado de um bar. Depois, bateu em outro carro, que foi lançado contra a grade de uma casa. No local, havia outro veículo estacionado, que também acabou atingido.

Motorista embriagado atinge alambrado de bar em Ceilândia, no Distrito Federal (Foto: Polícia Militar/Divulgação)Motorista embriagado atinge alambrado de bar em Ceilândia, no Distrito Federal (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

Motorista embriagado atinge alambrado de bar em Ceilândia, no Distrito Federal (Foto: Polícia Militar/Divulgação)

O motorista foi detido no local e, segundo a Polícia Militar, assumiu ter bebido antes de dirigir. O teste do bafômetro registrou 0,87 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões – o limite é de 0,33 miligrama de álcool por litro. Ele foi levado para 23ª DP e recebeu voz de prisão.

Pela Lei Seca, quando o bafômetro não ultrapassa o limite de 0,33 miligrama de álcool por litro, o motorista é punido com multa de R$ 2.934,70. O condutor também deixa de poder dirigir por um ano, mas a proibição só passa a valer quando não couber mais recurso. Já quando o motorista ultrapassa o limite permitido, a punição imediata é a prisão.

Compartilhe com seus amigos:
Categoria CEILÂNDIA, Distrito Federal, VIOLENCIA.