Editorial Jeová Rodrigues

Em matéria de O Globo de ontem, dia 14 de fevereiro, o jornal da família Marinho, que foi diretamente atingida pelo desfile politicamente crítico, abriu fogo de forma desleal contra a Tuiuti. Após a escola ter conseguido um histórico segundo lugar no desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro, figurando à frente de quase todas as mais tradicionais escolas, o jornal publicou uma matéria que requenta o acidente do ano passado, que vitimou a jornalista Elizabeth Ferreira Jofre, imprensado entre um carro alegórico desgovernado e a grade que separa a avenida da arquibancada.

Em matéria intitulada “Filha de jornalista que morreu em acidente da Tuiuti em 2017 desabafa sobre vice: ‘Nojo e tristeza’“, a Rede Globo destila todo ódio contra a Tuiuti, de forma a usar a filha da jornalista para promover a raiva e o descrédito do desfile contra os manifestantes que a Globo manipulou. Usando as palavras de uma pessoa que enfrenta a grande dor da perda e que tem todo o direito de desabafar sua dor da maneira que quiser, o jornal dos Marinho faz como sempre fez, quando mostra em sua TV uma mãe negra, escravizada socialmente, tendo uma crise ao ver um filho morto por uma bala perdida.

Leia Também:   Temer vai levar 40 funcionários somente para servir sua família no Carnaval.

A escola de samba deve ter a noção de que enfrentará diversas forças contrárias a sua existência. Da mesma maneira, como Joãozinho Trinta enfrentou após o desfile “Ratos e Urubus”, o carnavalesco Jack Vasconcelos, da Tuiuti, também sofrerá.

Como a Globo não conseguiu barrar o excelente resultado na apuração, agora, vai partir para cima durante o período intracarnaval, na tentativa de desqualificar e inviabilizar o financiamento do próximo. É importante que definamos que a dor da filha da jornalista Liza, merece nosso compadecimento e que todo seu sentimento de dor, também merece nossa compreensão. Já o comportamento da Globo merece toda a execração, pelo oportunismo fúnebre, desumano, ditatorial e estúpido.

Compartilhe com seus amigos:
Categoria CEILÂNDIA, IGNORANTE, PERSEGUIÇÃO.